Notícia

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Mestre Nenel e Dona Nalvinha

Tags: 
Descrição: 

AMANHÃ, 12 de dezembro, quarta-feira, às 17 horas, a PROEXT promove mais uma edição do AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular. O evento, como sempre aconteceu, será na Praça das Artes, UFBA, Campus de Ondina

Nesta última edição do ano, o  celebra o Centenário da Capoeira Regional e, para comemorar a data, convidou duas grandes personalidades: Dona Nalvinha e Mestre Nenel, filhos do  Mestre Bimba, criador e  grande patrono da Capoeira Regional.

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular, que integra o Programa Desfronteiras, é um conjunto de ações continuadas na área de capoeira promovidas pela PROEXT, a partir de um grupo de trabalho formado pelos professores Pedro Abib, Mestra Janja, Guilherme Bertissolo, o servidor Paulo Magalhães, com apoio técnico de Deivison Santos (Dentinho). 

Em projeto experimental em 2016, oito reconhecidos/as Mestres/as da Capoeira (Pelé, Bola Sete, Nenel, Cafuné, Cobra Mansa, Janja, Boca Rica e Virgílio) participaram de quatro eventos na Praça das Artes, com a comunidade da UFBA e os participantes dos grupos envolvidos, em rodas de conversas, com rodas e oficinas de capoeira, na perspectiva de construção de articulações entre os saberes, reconhecendo o notório saber dos mestres, com vistas ao fortalecimento das ações extensionistas na capoeira.

Serviço:

O quê: AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Com Dona Nalvinha e Mestre Nenel | Celebrando o Centenário da Capoeira Regional

Quando:  12 de dezembro, quarta-feira, às 17 horas. 

Onde: Praça das Artes, UFBA, Campus de Ondina.

ENTRADA FRANCA

 

 

 

 

 

 

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Com o Capoeirista e pesquisador Jair Moura e o Grupo Zambiapunga

Tags: 
Descrição: 

 
A PROEXT promove mais uma edição do AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura PopularA atividade integra a programação do Congresso da UFBA e acontece dia 17, quarta-feira, às 15 horas no Palco do PAF III.  
 
Nesta edição, os convidados são o Capoeirista e pesquisador Jair Moura e o Grupo Zambiapunga, de Nilo Peçanha.
 
 Jair Moura | Pesquisador de Capoeira e documentarista,  é autor de vários livros sobre o assunto, inclusive sobre a vida do Mestre Bimba, de quem foi discípulo.
 
 Grupo Zambiapunga | Manifestação cultural do município de Nilo Peçanha-BA. Zambiapunga é um grupo de homens mascarados que saem às ruas de Nilo Peçanha tradicionalmente na madrugada do dia 1o de novembro, dia de Todos-os-Santos, véspera de Finados, vestindo roupas coloridas feitas com panos e papeis de seda e percutindo instrumentos peculiares como enxadas, búzios, cuícas rústicas e tambores.
 
AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular, que integra o Programa Desfronteiras, é um conjunto de ações continuadas na área de capoeira promovidas pela PROEXT, a partir de um grupo de trabalho formado pelos professores Pedro Abib, Mestra Janja, Guilherme Bertissolo, o servidor Paulo Magalhães, com apoio técnico de Deivison Santos (Dentinho). 

Em projeto experimental em 2016, oito reconhecidos/as Mestres/as da Capoeira (Pelé, Bola Sete, Nenel, Cafuné, Cobra Mansa, Janja, Boca Rica e Virgílio) participaram de quatro eventos na Praça das Artes, com a comunidade da UFBA e os participantes dos grupos envolvidos, em rodas de conversas, com rodas e oficinas de capoeira, na perspectiva de construção de articulações entre os saberes, reconhecendo o notório saber dos mestres, com vistas ao fortalecimento das ações extensionistas na capoeira.

Serviço:

O quê: AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Com o Capoeirista e pesquisador Jair Moura e o Grupo Zambiapunga

Quando:  dia 17 de outubro, quarta-feira, às 15 horas

Onde:  Palco do PAF III  , UFBA, Campus de Ondina.

ENTRADA FRANCA

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Mestre Medicina e Dona Nicinha (Sambadeira de Santo Amaro)

Tags: 
Descrição: 

No dia 26 de setembro, quarta-feira, às 17h, a PROEXT promove mais uma edição do AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular

O evento, como sempre aconteceu, será na Praça das Artes, UFBA, Campus de Ondina e, nesta edição que abre as atividades do AÚ em 2018, os convidados são Mestre Medicina e Dona Nicinha (Sambadeira de Santo Amaro). 

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular, que integra o Programa Desfronteiras, é um conjunto de ações continuadas na área de capoeira promovidas pela PROEXT, a partir de um grupo de trabalho formado pelos professores Pedro Abib, Mestra Janja, Guilherme Bertissolo, o servidor Paulo Magalhães, com apoio técnico de Deivison Santos (Dentinho). 

Em projeto experimental em 2016, oito reconhecidos/as Mestres/as da Capoeira (Pelé, Bola Sete, Nenel, Cafuné, Cobra Mansa, Janja, Boca Rica e Virgílio) participaram de quatro eventos na Praça das Artes, com a comunidade da UFBA e os participantes dos grupos envolvidos, em rodas de conversas, com rodas e oficinas de capoeira, na perspectiva de construção de articulações entre os saberes, reconhecendo o notório saber dos mestres, com vistas ao fortalecimento das ações extensionistas na capoeira.

Serviço:

O quê: AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Com Mestre Medicina e Dona Nicinha (Sambadeira de Santo Amaro)

Quando:  26 de setembro, quarta-feira, às 17 horas. 

Onde: Praça das Artes, UFBA, Campus de Ondina.

ENTRADA FRANCA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Mestre Nô e a Chegança de Saubara

Tags: 
Descrição: 

No dia 29 de agosto, quarta-feira, às 17h, a PROEXT promove mais uma edição do AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular

O evento, como sempre aconteceu, será na Praça das Artes, UFBA, Campus de Ondina e, nesta edição que abre as atividades do AÚ em 2018, os convidados são Mestre Nô e a Chegança de Saubara.

AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular, que integra o Programa Desfronteiras, é um conjunto de ações continuadas na área de capoeira promovidas pela PROEXT, a partir de um grupo de trabalho formado pelos professores Pedro Abib, Mestra Janja, Guilherme Bertissolo, o servidor Paulo Magalhães, com apoio técnico de Deivison Santos (Dentinho). 

Em projeto experimental em 2016, oito reconhecidos/as Mestres/as da Capoeira (Pelé, Bola Sete, Nenel, Cafuné, Cobra Mansa, Janja, Boca Rica e Virgílio) participaram de quatro eventos na Praça das Artes, com a comunidade da UFBA e os participantes dos grupos envolvidos, em rodas de conversas, com rodas e oficinas de capoeira, na perspectiva de construção de articulações entre os saberes, reconhecendo o notório saber dos mestres, com vistas ao fortalecimento das ações extensionistas na capoeira.

Serviço:

O quê: AÚ: A UFBA e os Mestres e Mestras de Capoeira e da Cultura Popular | Com Mestre Nô e a Chegança de Saubara

Quando: 29 de agosto, quarta-feira, às 17 horas. 

Onde: Praça das Artes, Campus de Ondina.

ENTRADA FRANCA

 

XIV Semana de Cultura e Comunicação da Facom

Tags: 
Descrição: 

Amanhã, terça-feira, 21 de agosto, inicia-se a XIV Semana de Cultura e Comunicação. O evento organizado pelo Centro Acadêmico Vladimir Herzog acontece até sexta-feira, 24, e tem o objetivo de receber os estudantes calouros dos cursos de jornalismo e produção em comunicação e cultura do semestre 2018.2 da UFBA. As atividades terão início às 8 horas da manhã, mobilizando os corpos docente e discente. No decorrer da semana os estudantes serão apresentados ao espaço físico da faculdade, participando de atividades lúdicas de integração e acompanharão debates sobre política, gênero, comunicação, democracia e mercado de trabalho.

Os debates promovidos serão diversos, acerca de Ações Afirmativas para Estudantes, Política e Comunicação através das redes com foco nas Fake News, Comunicação e Representatividade, Saúde Mental na Universidade, Mercado de Trabalho na área de Comunicação, Indústria Criativa, entre outros. As mesas e palestras serão mediadas por estudantes e ministradas por membros dos corpos docente e administrativo da FACOM.

Vale lembrar que a XIV Semana de Cultura e Comunicação é  uma atividade contemplada como proposta na Chamada para Concessão de Apoio a Eventos Estudantis 2018 da PROEXT.

 

Serviço:

O quê: XIV Semana de Cultura e Comunicação da Facom

Quando: 21 a 24 de agosto, início às 8h

Onde: Auditório da FACOM - UFBA, Campus de Ondina

Organização: Centro Acadêmico Vladimir Herzog

link do evento: https://www.facebook.com/events/1256769537797410/

 

 

ACCS Onda Solidária de Inclusão Digital: Tecnologia a Serviço da Cidadania

Tags: 
Descrição: 

A ACCS Onda Solidária de Inclusão Digital: Tecnologia a Serviço da Cidadania deverá apoiar as ações do Programa Onda Digital no intuito de promover o uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação como meio de contribuir para a sustentabilidade e o desenvolvimento sociocultural e econômico local.

Serão oferecidos os cursos: Internet e Tecnologias Abertas; Iniciação à Programação de Computadores; Manutenção de Computadores e Iniciação à Informática para pacientes do CAPSad Gregório de Matos. Também, serão realizadas oficinas itinerantes com tema plataformas digitais de participação popular, que tem por objetivo instruir o público quanto às diversas formas de ativismo via internet e os cuidados com a segurança na rede. Outra ação planejada é manter o serviço de orientações ao uso do computador e internet para crianças, adolescentes e os seus acompanhantes que frequentam o GACC - Grupo de Apoio a Criança com Câncer.

2º ENTRE_MUNDOS

Tags: 
Descrição: 

 

Coletivo LIGAdoCORPO, juntamente com a Tabephe Produções, entre os dias 12 e 19 de julho, realiza a 2ª edição do ENTRE_MUNDOS.

O evento é resultante de uma proposta contemplada na 2ª etapa da Chamada para Concessão de Apoio à Organização de Eventos Estudantis 2018 | PROEXT.

Veja abaixo a programação:

 

 

 

 

 

 

 

PROEXT divulga calendário de Chamada para utilização dos outdoors da PROEXT/UFBA para divulgação de atividades acadêmicas de 2018

Tags: 
Descrição: 

A Pró-Reitoria de Extensão Universitária (PROEXT) abre chamada para utilização das Redes de Outdoors PROEXT/UFBA para divulgação de atividades acadêmicas de 2018. As propostas para uso dos outdoors serão selecionadas de acordo com o calendário de chamadas, observando-se os critérios de abrangência das articulações (interdepartamentais, interinstitucionais e intersetoriais, etc.) envolvidas na proposta, e de alcance de público.

A Chamada para o uso de outdoors estará aberta a partir de amanhã, 25.01.2018. As submissões das propostas podem ser feitas através do formulário eletrônico neste LINK.

O período de utilização das Redes de Outdoors PROEXT/UFBA será definido de acordo com as datas das propostas selecionadas. O calendário de utilização semestral será publicado no site da PROEXT.

 

As Redes

Rede A: Entrada Biblioteca Central, Vale do Canela/FACED e Centro de Esportes

Rede B: Ondina/Entrada Principal, Vale do Canela/FAMED e Federação/PAF VI

 

Requisitos:

  • A atividade a ser divulgada no outdoor deve ter caráter extensionista (devidamente registrada no SIATEX), didático-pedagógico e/ou de pesquisa;
  • Os proponentes devem ser docentes ou servidores técnico-administrativos do quadro permanente da UFBA;
  • O período máximo de uso das redes de outdoor é de 07 (sete) dias no mês, por evento;
  • Não será permitido o uso das duas redes de outdoor para o mesmo evento em um único mês;
  • As marcas da UFBA e da PROEXT deverão aparecer em todos os outdoors;
  • A utilização das Redes de Outdoor PROEXT/UFBA é gratuita, mas a responsabilidade pelos custos de instalação das placas é do proponente.

 

O proponente deve comunicar à PROEXT a empresa contratada para instalação dos Outdoors, que só poderá instalar as placas mediante autorização por escrito da PROEXT, após aprovação da arte final, que deverá ser enviada com antecedência mínima de 7 dias.

O proponente será responsabilizado por instalações indevidas e descumprimento dos requisitos dessa chamada, arcando com os custos de reparo e reinstalação de placas que visem a correção do uso dos Outdoors.

O descumprimento dos requisitos implicará na inelegibilidade para uso da Redes de Outdoors PROEXT/UFBA pelo período de 2 anos.
 

Dúvidas podem ser remetidas a imprex@ufba.br e prodext@ufba.br

 

Calendário

1ª Etapa – divulgação entre 01/03 e 31/07

            25/01/18 a 20/02/18 – Recebimento das propostas

            23/02 – Divulgação das propostas selecionadas

            Segunda chamada

            27/02 a 03/04 – Recebimento das propostas

            06/04 – Divulgação das propostas selecionadas

 

2ª Etapa – divulgação 01/08 e 31/12

            09/04 a 03/07 – Recebimento das propostas

            17/07 – Divulgação das propostas selecionadas

            Segunda chamada

            09/07 a 04/09 – Recebimento das propostas

            14/09 – Divulgação das propostas selecionadas

 

PROEXT CONVIDA | Espetáculo de Dança "Mulheres do Àse – Performance Ritual"

Tags: 
Descrição: 

A Pró-Reitoria de Extensão desdobra mais um eixo do seu Programa de Apoio às Artes; desta vez, dedicando-se à produção artística de servidores-artistas, ao tempo que reafirma seu propósito de fomentar interfaces entre tradição e experimentação articulando as culturas acadêmica, popular e tradicional. 

O espetáculo foi idealizado para, em 2016, celebrar os 70 anos da UFBA. Em 2018, Mulheres do Àse – Performance Ritual chega à sua segunda temporada.

Mulheres do Àse – Performance Ritual, peça coreográfica concebida e dirigida pela dançarina e coreógrafa Edileusa Santos (Escola de Dança) e com assessoria de Hebe Alves (docente convidada), estreia como projeto piloto de apoio a experiências de composição artística com elenco de servidores lotados nas Escolas de Teatro, Música e Belas Artes, retomando a antiga prática de "integração artística" que fez parte dos currículos de graduação das Artes na UFBA. 

 

 

Mulheres do Àse – Performance Ritual é um espetáculo que revela crença, sentimentos e resistências das mulheres que atuam nas religiões de matrizes africanas.

As apresentações acontecem nos dias 13, 14, 18, 19, 20 e 21 de janeiro, às 20 horas, no Teatro Martim Gonçalves, na Escola de Teatro da UFBA, Canela.

Para a servidora artista em arte negra e coordenadora da atividade Edileusa Santos, isso "significa um desafio revestido de muita responsabilidade, muito respeito e muito amor. É, sobretudo, expressar e reafirmar a relevância e o papel que essas mulheres têm na construção da cultura e sociedade brasileiras".

Multilinguagem

O espetáculo, no palco, é intercalado por vídeo-depoimentos de importantes Mulheres do Àse, como Mãe Stella de Oxossi, Ebomi Nice de Iansã, Makota Valdina, Mãe Beata de Iemanjá, Vanda Machado e as Irmãs da Irmandade da Boa Morte. Cada uma, dando sua perspectiva sobre o que é ser Mulher do Àse.

Mulheres do Àse – Performance Ritual é um espetáculo de celebração, de percepção, de personalidade, de fé e àse pelos Orixás, Inquices, Voduns e Caboclos. Essa celebração caracteriza-se por rituais, dentro do universo holístico, em que tudo gira em torno do cosmo que é o sentido do àse. É uma performance onde o movimento do círculo representa a criação e recriação da vida. São representações imagéticas onde se concentra a fé, o acolhimento e o àse dessas mulheres. Cria-se assim um locus onde se sugere ao espectador uma tridimensionalidade dessas imagens simbólicas, percebidas na dualidade entre o Àse e o universo contemporâneo. A simbologia da dança de candomblé e os ícones de poder e proteção dessas mulheres interligadas; a música, a imagem, a história e a poesia fazem parte do jogo performático em que se cria um ambiente do àse e da fé pelas divindades, cuja valorização se manifesta na plasticidade da cena e no corpo maduro das intérpretes.

A realização do Mulheres do Àse – Performance ritual conta com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão Universitária da UFBA.

Serviço:

O quêMulheres do Àse – Performance Ritual.

Quando13, 14, 18, 19, 20 e 21 de janeiro, às 20 horas

Onde: Teatro Martim Gonçalves, na Escola de Teatro da UFBA, Canela.

ENTRADA FRANCA

Páginas