Cinema da UFBA

"Sessão Aberta de Cinema" de julho | Coleção de curtas-metragens da Pixar.

Descrição: 

 

Neste sábado, 8 de julho, teremos mais uma edição da Sessão Aberta de Cinema, com a Coleção de curtas-metragens da Pixar.

Com luzes parcialmente acesas e som abaixo do habitual, criamos um ambiente confortável para pessoas com necessidades sensoriais especiais. Além disso, oferecemos uma antessala com atividades lúdicas antes e durante a sessão. O público tem a liberdade de circular na sala de cinema e sair e entrar à vontade.

A sessão começa às 10 horas no Cinema da UFBA, localizado no Pavilhão de Aulas do Canela, no Vale do Canela, na Faculdade de Educação. O espaço dispõe de estacionamento gratuito e há ponto de ônibus no Vale do Canela em frente à entrada de acesso ao Pavilhão de Aulas. Quem vem pela Rua Padre Feijó terá acesso ao lado da creche da UFBA e Laboratório Bom Exemplo.

Esperamos vocês!

Serviço:

O quê: Sessão Aberta de Cinema | Exibição de Coleção de curtas-metragens da Pixar.

Quando: 8 de julho, às 10 horas.

Onde: Cinema da UFBA (Vale do Canela).

Para quem: público em geral e pessoas com necessidades sensoriais especiais.

ENTRADA FRANCA.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Sessão Aberta de Cinema" de junho | "Se liga na Turma da Mônica"

Descrição: 

 

Neste sábado, 3 de junho, teremos mais uma edição da Sessão Aberta de Cinema, com o filme Se liga na Turma da Mônica.

Com luzes parcialmente acesas e som abaixo do habitual, criamos um ambiente confortável para pessoas com necessidades sensoriais especiais. Além disso, oferecemos uma antessala com atividades lúdicas antes e durante a sessão. O público tem a liberdade de circular na sala de cinema e sair e entrar à vontade.

A sessão começa às 10 horas no Cinema da UFBA, localizado no Pavilhão de Aulas do Canela da Universidade Federal da Bahia (UFBA), no Vale do Canela, na Faculdade de Educação. O espaço dispõe de estacionamento gratuito e há ponto de ônibus no Vale do Canela em frente à entrada de acesso ao Pavilhão de Aulas. Quem vem pela Rua Padre Feijó tem acesso ao lado da creche da UFBA e Laboratório Bom Exemplo.

Esperamos vocês!

Serviço:

O quê: Sessão Aberta de Cinema | Exibição de Se liga na Turma da Mônica.

Quando: 3 de junho, às 10 horas.

Onde: Cinema da UFBA (Vale do Canela).

Para quem: público em geral e pessoas com necessidades sensoriais especiais.

"Cinemas em Rede" de junho | Exibição de "Augusto Boal e o Teatro do Oprimido".

Descrição: 

 

A Pró-Reitoria de Extensão apresenta, dia 8 de junho, quinta-feira, às 19 horas, mais uma edição do Cinemas em Rede, quando será exibido o documentário Augusto Boal e o Teatro do Oprimido (2011), de Zelito Viana.

Após a exibição, ocorrerá um debate com o diretor, transmitido diretamente da Universidade Federal Fluminense para as demais salas de exibição conectadas à rede.

Premiado com o Margarida de Prata de 2011, o documentário Augusto Boal e o Teatro do Oprimido nos apresenta o retrato de um pensamento educativo de grande potência que faz da dramaturgia teatral um elemento de transformação do ser humano. Já o beato José de Anchieta utilizou essa técnica de comunicação no trabalho de evangelização dos índios no Brasil. O filme do Zelito Viana focaliza, entre outros, três aspectos fundamentais da invenção de Augusto Boal. O primeiro é aquele que opõe o opressor ao oprimido. Na verdade, nas relações humanas do dia-a-dia ora ocupamos um papel, ora outro. Significa dizer que em cada um de nós essas situações estão presentes de forma consciente ou não. Deste ponto de vista, o ator que todos somos representa essa condição nos diferentes espaços da vida cotidiana. Isso fica mais claro quando esse processo está inserido numa instituição, e mais ainda, no campo da escola formal. Aliás, a experiência do Teatro do Oprimido, apresentada no filme, numa escola municipal do Rio de Janeiro é muito clarificadora da nova consciência resultante da ação teatral. É algo que muda o comportamento (Miguel Pereira – Professor da PUC- Rio e crítico de cinema)

O filme Augusto Boal : Teatro do Oprimido mostra a trajetória do dramaturgo Augusto Boal na criação de um teatro que tem como objetivo transformar  quem dele participa num motor de mudança da sociedade opressora em que vive. Nesta trajetória, vemos as suas buscas intelectuais concomitantes com ‘as transformações da sociedade brasileira dos anos 60 até hoje. O espectador conhecerá as inúmeras utilizações do Teatro do Oprimido  pelo mundo (existem grupos de T. O. em 77 paises) e como elas se manifestam em diferentes situações caracterizadas pela relação entre o opressor e o oprimido desde os grandes poderes até os micro poderes.

Cinemas em Rede é fruto do Rede de Cinemas Digitais, projeto que interconecta diversos cinemas universitários pelo país através da rede acadêmica, desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

 
Serviço:
 

O quê: Cinemas em Rede | Exibição de Augusto Boal e o Teatro do Oprimido.

Onde: Cinema da UFBA, Vale do Canela, Salvador, BA

Quando: 8 de junho, quinta-feira, às 19 horas

ENTRADA FRANCA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Cinemas em Rede" | Exibição de "Invólucro"

Descrição: 

 

O Cinema da UFBA apresenta, no dia 11 de maio, quinta-feira, às 19 horas, mais uma edição do Cinemas em Rede, quando será exibido Invólucro (64", 2015), documentário de Caroline Oliveira. 

Após a exibição, ocorrerá um debate com a diretora Caroline Oliveira e com a atriz Astrid Zamora.

 
O filme tem como mote a primeira gravidez da diretora e as mudanças corporais e sociais desencadeadas a partir dela. Carol se insere como personagem, fazendo um recorte das suas inquietações pessoais (intensificadas após o nascimento do seu primeiro filho) que encontram ressonância mais ampla em reflexões comuns ao gênero feminino. Mas, não se trata de um filme em primeira pessoa, autocentrado ou biográfico. Após se apresentar à câmera, ela vai em busca de outras personagens que, aparentemente, nada têm comum com ela mesma: duas mulheres já maduras que decidiram não ter filhos (uma médica e outra produtora cultural) e uma transexual. Ela acompanha essas personagens que não foram mães e que, também por isso, são inspiradoras e singulares nas suas formas de se relacionar com os seus corpos, os padrões sociais e a vida. Invólucro reverbera a construção do “ser mulher”, completamente implicada aos ideais de um corpo feminino belo, às suas transformações e a angústia que essa idealização pode produzir, assim como no apaziguamento que, em boa parte, pode ser reconhecido no outro. Questões como o corpo feminino, a condição da mulher contemporânea, beleza, preconceitos, maternidade, envelhecimento e espiritualidade são refletidas durante o filme, numa convivência íntima e afetiva com o dia a dia das personagens.
 
A sessão do Cinemas em Rede é fruto do Rede de Cinemas Digitais, projeto que interconecta diversos cinemas universitários pelo país através da rede acadêmica, desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).
 
Serviço:
 

O quê: Cinemas em Rede. Exibição de Invólucro (64'', 2015), documentário de Caroline Oliveira.

Onde: Cinema da UFBA, Vale do Canela, Salvador, BA

Quando: 11 de maio, quinta-feira,às 19h.

ENTRADA FRANCA

 

"Cinemas em Rede" de abril | Exibição de "Recado para o mundão".

Descrição: 

 
O Cinema da UFBA recebe dia 20 de abril, quinta-feira, mais uma edição do Cinemas em Rede, quando será exibido Recado para o mundão (84'', 2016), documentário de Diogo Noventa.

Após a exibição, conforme acontece em todas as edições, haverá um debate com o diretor do filme, com transmissão ao vivo e interação com todas as salas de exibição conectadas à Rede.

Recado para o mundão aborda a relação direta dos jovens com a câmera/público, para onde cada um se direciona para enviar seu recado: uma letra de rap ou funk, um poema, um discurso direto, uma história, uma expressão, gesto etc. As cenas se passam dentro de uma sala reservada dos Centros de Internação, onde foi montado um dispositivo cinematográfico de quatro câmeras de segurança. Cada jovem entrou na sala individualmente, vestiu sua máscara e se direcionou para uma das câmeras para apresentar o seu recado à sociedade; por último o cineasta estabeleceu um diálogo com os jovens a respeito de suas escolhas: máscara e forma e conteúdo do “recado”. Para realizar o documentário, a equipe de produção esteve em quatro unidades da fundação CASA, instituição do estado de São Paulo onde jovens menores de 18 anos cumprem medida socioeducativa. Nessas unidades, todos e todas internos/as foram convidados/as para enviar um recado para quem está do outro lado das câmeras.

A sessão do Cinemas em Rede é fruto do Rede de Cinemas Digitais, projeto que interconecta diversos cinemas universitários pelo país através da rede acadêmica, desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

 

Serviço:

O quê: Cinemas em Rede. Exibição de Recado para o mundão (84'', 2016), documentário de Diogo Noventa.

Onde: Cinema da UFBA, Vale do Canela, Salvador, BA

Quando:20 de abril, quinta-feira,às 19h.

ENTRADA FRANCA

 

 

Sessão Aberta de Cinema estreia em abril.

Descrição: 

No dia 1º de abril, sábado, acontecerá a primeira edição do Projeto Sessão Aberta de Cinema, às 10 horas, no Cinema da UFBA, localizado na FACED/UFBA, Vale do Canela, quando será exibido o filme Os Smurfs.

O projeto tem como objetivo estimular também a conscientização sobre o autismo, que tem no dia 2 de abril a data definida como o seu Dia Mundial.

No entanto, o projeto busca alcançar variados públicos. Esse projeto extensionista, já permanente no calendário da PROEXT, terá exibição sempre no primeiro sábado de cada mês (exceto julho e novembro por causa dos feriados).

Espaço adaptado

A sessão será com luzes parcialmente acesas e som um pouco abaixo do usual. O público poderá circular pela sala livremente durante o filme, e até sair da sala, caso queira. Haverá uma antessala com atividades lúdicas oferecidas por professores e alunos do curso de extensão em Psicologia da UFBA, funcionando antes e durante a sessão, para receber, acalmar e entreter os que se sentirem desconfortáveis dentro da sala.

Experiência de êxito

Promovida pela Pró-Reitoria de Extensão Universitária (Proext/UFBA) e o Instituto de Psicologia, a atividade passou a acontecer a partir de abril de 2016, em todo último sábado de cada mês, buscando fomentar a interação do público em geral com os de necessidades sensoriais especiais. A cada sessão, podia-se notar uma adesão cada vez mais forte e, pela experiência das sessões do ano passado, em 2017, o sucesso será da iniciativa será maior ainda.

Próximas exibições:

6 de maio; 3 de junho; 8 de julho; 5 de agosto; 2 de setembro; 7 de outubro; 11 de novembro e 2 de dezembro.

 

Serviço:

O quê: Sessão Aberta de Cinema | Exibição de Os Smurfs.

Quando: 1º de abril, sábado, às 10h.

Onde: Cinema da UFBA, FACED/UFBA, Vale do Canela.

ENTRADA FRANCA

 

Cinemas em Rede | "A noite escura da alma"

Descrição: 

A sessão de dezembro do Cinemas em Rede acontece dia 08, quinta feira, 18h, quando será exibido A noite escura da alma (Brasil, 2015, 92''), filme de Henrique Dantas, documentário experimental sobre o período da ditadura civil e militar ocorrida no estado da Bahia, com entrevistas realizadas no Forte do Barbalho, maior centro de tortura local, através de uma linguagem performática para contar toda a história. 

A produção traz depoimentos do  ex-Ministro da Cultura, Juca Ferreira, da cineasta Lúcia Murat, do ex-Deputado Federal pela Bahia Emiliano José, do juiz Theodomiro dos Santos, condenado à pena de morte durante os anos do regime militar, do antropólogo e professor universitário Renato da Silveira, e de outros que revelaram de como sobreviveram à ditadura militar. Grande parte das entrevistas foi gravada no Forte do Barbalho, em Salvador, o maior centro de tortura da Bahia na época (hoje, importante centro de formação cultural) e traz relatos de prisões, perseguições e torturas vividas por esses personagens. Outros depoimentos foram gravados no Rio, em Minas e em Pernambuco. O documentário é, principalmente, sobre a resistência e sobrevivência aos tempos ruins.

Cinemas em Rede é fruto do Rede de Cinemas Digitais, projeto que interconecta diversos cinemas universitários pelo país através da rede acadêmica, desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

 

Serviço: 

O quêCinemas em Rede. Exibição de A noite escura da alma (Brasil, 2015, 92''), filme de Henrique Dantas.

Onde: Cinema da UFBA, Vale do Canela, Salvador-BA.

Quando08 de dezembro, às 18h.

ENTRADA FRANCA

 

 

Cinemas em Rede | "O homem que não dormia"

Descrição: 

A sessão de novembro do Cinemas em Rede acontece dia 10, quinta feira, 18h, quando será exibido O homem que não dormia (Brasil, 2012, 98''), filme de Edgard Navarro.

Numa mesma noite, cinco pessoas de uma cidadezinha do interior são acometidas por um mesmo pesadelo envolvendo um homem sinistro e um tesouro enterrado. Com a chegada de um misterioso peregrino, o vilarejo é arrebatado da rotina medíocre e os personagens são lançados num vórtice de acontecimentos insólitos. Será assim que cada um terá sua verdade trazida à luz e se libertará do jugo perverso das hipocrisias, medos e doenças, assumindo as rédeas de seus destinos e reescrevendo suas vidas. Uma história repleta de conflitos psicológicos e esse homem misterioso que assombra os habitantes do vilarejo, tirando-os de suas rotinas pacatas; esse é o mote do filme de Edgard.

Lançado em  2012 e vencedor de diversos prêmios tais como o 44°Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e a 35ª Mostra Internacional de Cinemas de SP, O homem que não dormia traz elementos que marcaram a obra do diretor desde os filmes em super 8 que realizou nos anos 1970. “Esse é um projeto pretensioso escrito há 30 anos. Realizei diversas alterações no roteiro para estar seguro quanto ao momento propício para filmar’’, diz Navarro.

Após a exibição do filme, no Cinema da UFBA, haverá um debate com o diretor e roteirista, que será transmitido, assim como o filme, para as outras salas que também integram o Cinemas em Rede.

Cinemas em Rede é fruto do Rede de Cinemas Digitais, projeto que interconecta diversos cinemas universitários pelo país através da rede acadêmica, desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

 

Serviço: 

O quêCinemas em Rede. Exibição de O homem que não dormia (Brasil, 2012, 98''), de Edgard Navarro.

Onde: Cinema da UFBA, Vale do Canela, Salvador-BA.

Quando10 de novembro, às 18h.

ENTRADA FRANCA

 

 

Cinemas em Rede | Urutau

Descrição: 

 

A sessão de setembro do Cinemas em Rede acontece dia 15, quinta feira, 19h, e o filme a ser exibido é Urutau (Brasil, 2015, 71').

Primeiro longa-metragem do cineasta Bernardo Cancella Nabuco, Urutau é a história de Fernando, um adolescente tímido e solitário que vive confinado em um pequeno quarto na casa de Josias desde sua infância. Hoje, Josias deseja comemorar uma data importante, mas Fernando quer mais da vida do que um simples pedaço de bolo.

O filme, apesar de ter apenas um ano de produzido, já percorreu vários eventos cinematográficos no Brasil e no exterior, tais como a VII Semana dos Realizadores do Rio de Janeiro, a 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes, a 4ª Mostra Tiradentes/SP, o 7th New York Independent Film Festival e a 8ª Muestra de Cine Iberoamericano de Nicaragua.

Urutau é um projeto autoral e independente, que levou mais de dois anos para ser executado, sem qualquer apoio ou patrocínio. Todos os recursos investidos foram do próprio diretor, que não conta com nenhuma empresa produtora ou distribuidora. Utilizando poucos atores e uma única locação, o filme emprega uma estética minimalista para trazer à tona a discussão acerca da pedofilia, analisando a relação entre o abusador e a vítima, bem como a complexidade do comportamento humano em situações extremas. 

O Cinemas em Rede é fruto do Rede de Cinemas Digitais, projeto que interconecta diversos cinemas universitários pelo país através da rede acadêmica, desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

 

Serviço: 

O quêCinemas em Rede. Exibição de Urutau (Brasil, 2015, 71'), de Bernardo Cancella Nabuco.

Onde: Cinema da UFBA, Vale do Canela, Salvador-BA.

Quando15 de setembro, às 19h.

Entrada franca